Seguindo na árdua tarefa de fazer uma mala enxuta para uma viagem longa, em um clima de meia estação. A segunda peça que me salvou muitas vezes na minha viagem à Europa foi o trench coat! Eu sei, suuuper básico, não causa um efeito super moderninho, mas esquenta, protege da chuva, é fácil de coordenar com outras peças, é confortável e é um clássico. E clássicos são clássicos, nos deixam bem vestidas sem grande afetação.

Seguem então alguns looks que montei com o meu queridinho… Usei na viagem, usei durante o dia com calça e bota, usei a noite com vestidos… Achei super versátil!

Este vocês já viram, foi logo na chegada, foi desembarcar do avião ir direto fazer uma boquinha. rsrs

O próximo look foi para noite, para um show de flamenco. Como na Europa nesta época escurece tarde, ainda tinha luz do dia pelas 21 horas… Usei o trench por cima do meu vestido de renda da Zara.

Primeiro sem, na chegada porque ainda não estava muito frio…

Depois do show o friozinho já dava as caras…

Este outro look escolhi para ir a Versalhes, o dia estava bem friozinho e ventava muito, muito mesmo! Então na visitação ao interior do chateau pude tirar o trench coat tranquilo e deixar a mostra uma das minhas aquisições européias, a blusa roxa de seda da Zara.

E na visitação aos jardins do Rei Sol, não tive escolha, me embrulhei com o trench e com um cachecol grossinho para me proteger da ventania. Ficou assim:

 

Por último, ele praticamente fez as vezes de vestido. Explico. Saímos para jantar com uns amigos franceses e resolvemos dar uma esticadinha na noite parisiense, tipo um city tour noturno. O problema foi novamente o frio. Fui obrigada a cobrir meu vestido com o trench, que acabou o escondendo por completo. Mas curti. Trench coat, cachecol, meia calça preta de poá e bota de montaria. Desculpem a qualidade péssima da foto, mas dá para ter uma idéia… Esta foto foi no Louvre, me sentindo o próprio Robert Langdon (rsrs), ao fundo o jardim das Tulerias.

O que acharam? Valeu a pena ter levado, não é?

Beijos, Lu.